Portal Houve e Comunicação

Sexta-feira, 14 de Junho de 2024
Johnny Tatoo
Johnny Tatoo

Gerais

BM reforça o policiamento em áreas atingidas pelas inundações e registra ocorrências de saques e roubos

SEGURANÇA

André Garcia
Por André Garcia
BM reforça o policiamento em áreas atingidas pelas inundações e registra ocorrências de saques e roubos
DIVULGAÇÃO BM
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Em meio à tragédia que assola o Rio Grande do Sul na última semana, com as cheias dos rios, as forças de segurança – que também atuam nos resgates de pessoas ilhadas pelas inundações – reforçaram a presença dos servidores em áreas alagadas para tentar evitar delitos durante esse período. Casos de saques, furtos e roubos foram registrados na Região Metropolitana na própria Capital e em municípios como Eldorado do Sul, São Leopoldo, Canoas e Novo Hamburgo.

Na tarde desta segunda-feira (6), dois homens foram presos pela Brigada Militar, transportando sacos de moedas após saquearam estabelecimentos na zona norte da Capital. A situação causou revolta entre os moradores, que queriam linchar a dupla. Desde domingo, a BM em Porto Alegre passou a manter um policial militar dentro das embarcações de resgate junto de voluntários como forma de intimidar as ações dos bandidos.

—  Precisamos mudar a estratégia. Até ontem, estávamos focados nos salvamentos. Mas criminosos estão encontrando oportunidade – narrou o comandante do policiamento na Capital, coronel Luciano Moritz Bueno.

Publicidade

Leia Também:

Na noite de domingo (5), uma técnica de enfermagem relatou, de Canoas, ao vivo na Rádio Gaúcha, que pessoas foram impedidas e ameaçadas por criminosos armados ao tentar realizar resgates com barcos no bairro Mathias Velho.

— Agora foram resgatar um casal de idosos e uma criança. Ainda tem gente para resgatar. Não estão deixando vir, o pessoal do fundo. Pessoal está armado lá no fundo. Embarcação só com a Brigada Militar, não pode descer só voluntário. Se não, eles ameaçam com arma — descreveu.

O piloto de uma embarcação atuando nos resgates confirmou que vivenciava a mesma situação.

— Está bem perigoso. Não dá. Pessoal está assaltando — disse.

Na mesma noite, o comandante do policiamento metropolitano, coronel Márcio Gonçalves confirmou que a BM havia recebido os relatos da presença de homens armados cometendo assaltos, mas buscou tranquilizar os moradores e voluntários.

— Temos lá nas áreas alagadas patrulhamento ostensivo em barcos, com efetivo equipado com armamento, inclusive na madrugada. Não tivemos nenhum tipo de incidente depois disso, nenhum relato de ameaça ou outros tipos de crimes. Imediatamente que soubemos botamos patrulhamento na água e não tivemos mais relatos — garantiu.

FONTE/CRÉDITOS: GZH
Comentários:
Tchê Farmácias
Tchê Farmácias
Metaservers
Metaservers

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )